Turismo - Itaipu Binacional se prepara para receber visitantes no feriadão de Ano Novo

Turismo | Itaipu Binacional traz novidade para o feriadão de Ano Novo

O turismo de Itaipu Binacional registra recordes a cada ano.

Mas, infelizmente o ano de 2020 não foi como todos os outros. A pandemia causada pelo Covid-19 mudou o cenário de nossa cidade, e transformou toda a nossa rotina.

O atrativo que recebia pessoas de todo o mundo, parou de operar no início do ano, e só voltou a suas atividades no mês de julho.

Mesmo assim, a força do turismo vem crescendo. Ainda com essa situação atípica, a hidrelétrica registrou números positivos no feriado de Natal. Foram mais de 4 mil visitantes de todos os cantos do Brasil.

Agora, a expectativa é que esse número chegue perto dos 6 mil visitantes, no feriadão de Ano Novo.

E pode ficar tranquilo (a), que a Itaipu está entre os pontos turísticos em Foz do Iguaçu com Certificação Sanitária!

Itaipu Binacional | Turismo | Itaipu Binacional traz novidade para o feriadão de Ano Novo
Itaipu Binacional | Foto do Canva.

Feriado de Ano Novo na Itaipu

Conhecido em todo o mundo, o turismo na Itaipu vêm retomando suas forças aos poucos.

Mas, se para o Natal os números já foram bons, a expectativa para o Ano Novo é ainda maior!

Por isso, a hidrelétrica tratá uma novidade em seu atendimento. Um barrageiro virtual!

A novidade servirá para receber os visitantes no Mirante Central da usina.

Essa iniciativa, retoma a atividade com os profissionais que atuaram na construção de Itaipu, e antes da pandemia estavam atuando como Monitores Barrageiros.

Assim, dois barrageiros com mais de 60 anos, vão se revezar no atendimento virtual, repassando aos visitantes todos os seus conhecimentos e experiências, através de um monitor.

Prevenção unida a tecnologia! Demais, né?

Vale lembrar que as medidas de prevenção incluem lavar as mãos, usar álcool gel e estar de máscara durante o pesseio.

Itaipu Binacional

Agora, essa parte da matéria é pra você que ainda não sabe a história da hidrelétrica.

Esse vai ser um daqueles resumões com datas e os principais acontecimentos tá? Assim fica mais fácil de absorver as informações.

Então… vamos ao que interessa, a história.

No ano de 1973, técnicos, brasileiros e paraguaios, estavam em busca do ponto mais indicado para a construção da barragem.

Quando a localização perfeita foi encontrada, , estava em um trecho do rio conhecido como Itaipu, que em tupi significa “a pedra que canta”. Dai a origem do nome.

As obras começaram em 1974, e em 1975, as coisas começaram a tomar enormes proporções.

A obra demandava uma grande mão de obra, e para isso, mais de 9 mil moradias foram construídas nas margens para abrigar quem trabalhava na construção.

Esse processo colaborou muito com o crescimento da cidade de Foz do Iguaçu, que inicialmente tinha apenas 20 mil habitantes. Dez anos depois, o número subiu para 101.447 habitantes.

Em 1978 a escavação do desvio do rio foi iniciada, e chegaram ao fim em 1982. A partir dai, a usina passou a superar todos os seus recordes de produção de energia .

No ano de 2016, a Itaipu Binacional se tornou a primeira hidrelétrica do mundo a ultrapassar a marca de 100 milhões de megawatts-hora (MWh) geração anual.

Itaipu Binacional e sua preocupação com o meio ambiente

Talvez esse seja um dos pontos mais destacáveis da empresa.

Sua preocupação em produzir energia e superar seus números, foi sempre levada em consideração. Mas o ecossistema e a preservação do meio ambiente sempre foram respeitados.

Vertedouro de Itaipu | Turismo | Itaipu Binacional traz novidade para o feriadão de Ano Novo
Vertedouro de Itaipu | Foto do Canva.

Por estar inserida em uma área com uma grande diversidade biológica, a preservação era uma necessidade, já que a natureza sempre foi desrespeitada e ameaçada pelas ações do homem.

A margem brasileira da empresa, está entre dois parques nacionais: do Iguaçu e da Ilha grande.

O Parque Nacional do Iguaçu, é uma das últimas reservas florestais de Mata Atlântica do tipo estacional semidecídual do Brasil, além de ser a maior reserva de floresta pluvial subtropical do mundo.

Já o Parque Nacional da Ilha Grande, está em Guaíra, em área de transição entre a floresta estacional semidecídua, o Cerrado e o Pantanal.

A preservação desses parques é feita através de medidas socioeducativas, ações socioambientais, cuidados com a água, proteção da fauna e da flora e espaços educativos.

Como visitar Itaipu Binacional?

Se você pretende conhecer o turismo de Itaipu Binacional, precisará vir até Foz do Iguaçu, para facilitar a escolha de vista, entre o lado brasileiro, ou o lado paraguaio.

Se já está por aqui, ou mora na região, pode fazer a visita como turista ou por uma visita institucional, que geralmente é separada para universidades e instituições de ensino.

Depois de escolher o país, você se atenta a programação e seus passeios. E é claro, adquire seu ingresso.

Aqui, nós vamos te passar as três modalidades de passeio do lado brasileiro, que são:

  • Itaipu panorâmica – visão privilegiada do vertedouro ao topo da barragem, feita com um ônibus, desses de dois andares, sabe? No trajeto, você ainda passa por lindas paisagens, e fica em contato com a natureza.
  • Refúgio biológico Bela Vista– o passeio contorna o canal da piracema, e mantém próximo dos colaboradores e visitantes, 50 espécies de animais e mais de 960 gêneros de plantas. Dá pra ver quati, jacaré, serpente e jaguatirica, tudo bem de perto.
  • Itaipu Ecomuseu – a visita neste espaço, nos remete ao passado, com cenários pré-históricos até a povoação de Foz do Iguaçu e a construção da usina. O que mais chama atenção, é sem dúvidas a maquete de 76 metros quadrados, que reproduz toda a região trinacional, bem debaixo dos nossos pés.
Gratuidade

Os moradores de Foz do Iguaçu, dos municípios lindeiros ao Lago de Itaipu e da região trinacional tem isenção total ou parcial da tarifa na maioria dos passeiros.

As crianças de até 5 anos de idade não pagam.

Veja também: Como visitar os destinos turísticos de Foz do Iguaçu com segurança?

Viajar na pandemia com segurança, é possível?

O que é município lindeiro?

Lago de Itaipu | Turismo | Itaipu Binacional traz novidade para o feriadão de Ano Novo
Lago de Itaipu | Foto do Canva.

Primeiramente, ser um lindeiro, faz referência a linda ou linda (limite), algo demarcado.

Aqui no Paraná, os 15 municípios lindeiros ao Lago são: Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Santa Helena, Itaipulândia, São Miguel do Iguaçu, Diamante D’Oeste, Entre Rios do Oeste, Guaíra, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Mercedes, Missal, Pato Bragado, São José das Palmeiras e Terra Roxa.

Conclusão: Turismo | Itaipu Binacional se prepara para receber visitantes no feriadão de Ano Novo

O turismo de Itaipu Binacional oferece uma programação extensa e valiosa.

Se pretende fazer este ou qualquer outro passeio, pode entrar em nosso site, ou entrar em contato com um de nossos atendentes pelo whatsapp, que vamos te ajudar

A experiência, para aqueles que nunca a visitaram, é descrita como única.

Aqueles que já visitaram, sempre dão um jeitinho de voltar!

Todos os elogios que o atrativo recebe, são mais que merecidos, e depois desse “aulão” sobre eles, você não vai deixar de dar uma visitada né?

O Evaristo Júnior é apaixonado por viagens, e não perdeu a oportunidade dele! Veio para Foz do Iguaçu e aproveitou para visitar essa belezura, e ainda listou algumas curiosidades bem bacanas, vale a pena conferir.

Publicação do Evaristo Junior

Siga as nossas redes sociais e não perca nenhum de nossos conteúdos. Até a próxima <3

Capa: Foto cedida por Itaipu Binacional | Edições por Maria Leithardt

Essas matérias podem ser do seu interesse: Como comprar passagens aéreas para Foz do Iguaçu mais baratas?

10 Dicas de hospedagem | (Guia) Como escolher o hotel pela internet?

Como arrumar a mala? | Aprenda a otimizar espaço na hora de arrumar a mala de viagem

Curiosidades: Rio Iguaçu e Rio Paraná

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + 20 =