Skip to main content
parque das aves em foz do iguaçu

Parque das Aves em Foz do Iguaçu || Uma experiência única!

Você conhece o Parque das Aves em Foz do Iguaçu? Bom, se você já conhece sinta-se bem-vindo a descobrir coisas novas nessa matéria especial.

Mas, se você não conhece o parque, nós da Combo Iguassu temos um convite para você!

Que tal uma aventura única e inesquecível em um dos atrativos mais visitados de Foz do Iguaçu?

Eu lhes apresento o Parque das Aves!

O que é o Parque das Aves em Foz do Iguaçu?

E aí? Você sabe do que se trata o parque?

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu é, atualmente, a primeira e única instituição no mundo todinho focada na preservação de espécies de aves oriundas da Mata Atlântica.

O que isso significa? Significa que o trabalho do parque é salvar, cuidar e proteger aves nativas da Mata Atlântica.

E, além desse cuidado, o parque promove uma experiência única de contato com a natureza.

Saiba que quando nós dissemos que quem visita o parque nunca esquece, nós estamos sendo sinceros!

E já que o Parque das Aves é tão importante, que tal saber um pouco mais sobre a história dele?

Então ligue os botões da sua máquina do tempo e venha com a gente nessa volta ao passado.

Quer conhecer alguns passeios baratos na cidade? Clica aqui!

parque das aves em foz do iguaçu
Ararinha vermelha || Cedida pelo parque

História do Parque das Aves em Foz do Iguaçu

Tudo começou com uma linda história de amor.

Era uma vez uma veterinária chamada Anna-Sophie Helene, que saiu da Alemanha para morar em Namíbia, na África. Lá, Anna conheceu Dennis Croukamp, onde trabalharam juntos e se apaixonaram.

Desse amor nasceu duas meninas lindas, Luise e Carmel, e uma paixão em comum: aves!

Em meados de 80, o casal ganhou seu primeiro pássaro: um filhotinho de papagaio-do-congo que foi batizado com o nome de Pumuckl. Daí em diante a família só cresceu.

O casal recebeu várias doações da mesma espécie e logo o quintal se tornou um lindo viveiro de aves.

Alguns anos depois, a família se mudou para o Reino Unido, na Ilha de Man. Foi lá que surgiu a ideia – vinda de um amigo próximo – de abrirem um parque em Foz do Iguaçu.

O amigo sugeriu que eles abrissem um parque de crocodilos, mas Dennis prontamente negou. “Gosto de aves”, disse ele, “abriremos um parque de aves”.

Foi assim que, com um livro de gramática da língua portuguesa e um sonho, a família comprou cerca de 16 hectares bem ao lado do Parque Nacional do Iguaçu e deram início ao projeto do parque.

O casal ia de lá pra cá, revezando entre cuidar das filhas que ficaram na Ilha de Man e cuidar das obras do Parque das Aves em Foz do Iguaçu.

Obra esta que foi cuidadosamente projetada para que nenhuma árvore nativa fosse derrubada.

Ambos gastaram todas as economias no projeto, e com a ajuda de várias pessoas unidas pela causa, o Parque começou a ganhar forma.

Veja também: Parques em Foz do Iguaçu

O Parque das Aves no início

Com o parque quase todo pronto, iniciava-se uma nova etapa: encher aquilo com ainda mais vida.

Foi em 1994 que as primeiras aves começaram a chegar, vindas de doações ou emprestadas de outros zoológicos.

Isso sem contar nos muitos animais confiscados pelo Ibama, que acabavam por unir espécies de diversos continentes.

Na mesma época, um amigo próximo da família, John Leggatt, viajou para Foz do Iguaçu a fim de ajudar na fundação do Borboletário. John segue com seu trabalho até hoje!

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu inaugurou oficialmente apenas 11 meses depois do desembarque da família em solo brasileiro.

Mas como a vida é uma caixinha de surpresas, no ano seguinte da abertura do parque, Dennis ficou extremamente doente e veio a falecer em 1996, com seus 70 anos de idade.

Hoje existe nas dependências do parque, um memorial dedicado a ele, bem no Viveiro Aves de Rios e Mangues, seu lugar favorito.

Sophie cuidou do parque por conta própria, contando sempre com a ajuda de colaboradores e amigos que, até hoje, trabalham pela conservação de animais tão lindos.

O Trabalho do Parque das Aves em Foz do Iguaçu

O principal trabalho do Parque das Aves em Foz do Iguaçu é trazer refúgio para as aves que sofreram abusos nas mãos do tráfico de animais silvestres.

Graças ao parque, situações de espécies em extinção, como o caso do papagaio-de-peito-roxo e o cardeal amarelo, podem ser revertidas e animais feridos podem voltar a natureza, de onde nunca deveriam ter saído.

Nos dias atuais, o parque oferece acolhimento para aves impedidas de voltar ao habitat e cuidados para as que precisam, investindo sempre na pesquisa e reprodução de espécies catalogadas em programas de conservação.

Além disso, o Parque das Aves em Foz do Iguaçu faz uma ação com a comunidade, capacitando professores e educando crianças com o dinheiro arrecadado da venda de ingresso, alimentos e de souvenires dentro do parque.

Hoje o parque abriga cerca de 1500 aves de 150 espécies diferentes, além de alguns répteis como iguanas e cobras.

Mas, é como diz Anna, ainda há tanto por fazer!

Você sabe do mais novo certificado que o Parque das Aves recebeu? Clique aqui!

parque das aves em foz do iguaçu
Maracanã-verdadeiro comendo na mão de visitante || Cedida pelo atrativo

Como é a visita ao Parque?

Um dos objetivos do parque é criar uma experiência de conexão entre os visitantes e a natureza, com o intuito de despertar o interesse na causa.

Durante a pandemia, o Parque das Aves em Foz do Iguaçu funciona seguindo todos os protocolos de saúde, como o distanciamento, abertura de portas sem o toque das mãos e totens de álcool em gel espalhados pela trilha, além, é claro, do uso obrigatório de máscaras.

A trilha rende um passeio de em média 2 horas, mesmo que os visitantes possam ficar no parque o dia todo.

O lugar tem uma alta acessibilidade, tornando fácil a caminhada de idosos, passagem de carrinhos de bebês e cadeiras de rodas.

Ao longo da trilha há bancos nas sombras para o descanso e banheiros equipados com fraldários.

O parque conta com cinco viveiros e a maior novidade do parque é o Viveiro Cecropia, com cerca de 300 periquitos e 20 tucanos resgatados do tráfico animal.*

Além disso, você pode fazer uma pausa para um lanchinho no Quiosque Tropicana ou no Restaurante Sabores da Floresta, com refeições montadas com ingredientes locais enquanto aprecia uma linda vista do lago dos flamingos.

*A alimentação de periquitos no Viveiro Cecropia tem um valor a parte de R$ 10,00.

Ei, quer conhecer a história das Cataratas do Iguaçu? Clique aqui!

Como chegar?

O Parque está localizado na Av. Das Cataratas, KM 17.1, bem ao lado do Parque Nacional do Iguaçu.

O local possuí estacionamento.

Tarifas e horários

O Parque das Aves em Foz do Iguaçu está aberto de terça a domingo, das 9h às 16h.

O ingresso custa R$ 60,00. A meia entrada é válida para estudantes brasileiros, idosos com acima de 60 anos, doadores de sangue, professores brasileiros, pessoas com deficiência e militares brasileiros.

Guarda volumes: valor de R$ 5,00.

Estacionamento é gratuito.

Veja também: Como se preparar para visitar a Terra das Cataratas?

parque das aves em foz do iguaçu
Família visitando o parque || Cedida pelo atrativo

Parque das Aves em Foz do Iguaçu || Conclusão

E aí? Gostou de conhecer um pouco mais do Parque das Aves em Foz do Iguaçu?

Não se esqueça de acessar nossas redes sociais, essas que estão aqui embaixo, pra não perder nenhuma novidade do turismo e lazer em Foz do Iguaçu.

Aproveita e dá uma passadinha no nosso blog, que lá tem um montão de matéria legal e informativa como essa!

A gente se vê por ai!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × cinco =

EnglishPortugueseSpanish
0
    0
    Carrinho
    Seu carrinho está vazioVoltar para loja