ITAIPU – Transporte

Consultar

A Usina Hidrelétrica de Itaipu é um dos projetos de engenharia mais ambiciosos do mundo. Uma colossal usina que fornece 16,4% da energia consumida no Brasil e abastece 71,3% do consumo paraguaio. Construída para reter o curso do Rio Paraná, a barragem é uma imensa estrutura de concreto de oito quilômetros de comprimento por 167 metros de altura, que contorna o reservatório da Itaipu Binacional e sobre a qual estão instalados os dutos e as unidades geradoras de energia elétrica.


  • Transporte realizado por motoristas credenciados da Agência Combo Iguassu.
  • Necessário agendamento prévio com no mínimo 01 dia de antecedência.
  • Valores válidos para hotéis no centro do Foz do Iguaçu.
  • Mínimo 02 pessoas. Caso esteja sozinho será cobrado valor de 02 pessoas.

Horário: Diariamente, a depender do horário do passeio escolhido.

Dicas para o passeio:




  • Organize sua visita para fazer todos os passeios do Complexo Turístico Itaipu.
  • Agende o ingresso com antecedência.
  • Há casa de câmbio e caixa eletrônicos disponíveis no Complexo Turístico Itaipu.
  • Não é permitido entrar com carro particular dentro da área de Itaipu, pois trata-se de uma área de segurança nacional para dois países.
  • Você pode carimbar seu passaporte na Itaipu. Para registrar com um carimbo a passagem por Itaipu, basta entregar o passaporte na recepção do Complexo Turístico Itaipu e pedir para carimbar

O que outros visitantes acharam desse passeio:




“Passeio guiado muito maneiro”

5 estrelas – Avaliado pelo TripAdvisor

Vale a pena conhecer a hidroelétrica, o passeio é guiado e tu consegues saber bastante da história e como funciona o lugar.

Juliano Vermelho – Cassino, Rio Grande do Sul.

“Bom Passeio”

5 estrelas – Avaliado pelo TripAdvisor

Interessante conhecer a história e a visita. Não fiz a visita completa, mas foi muito interessante. Recomendo

Roberto Tahan – São Paulo, São Paulo.

“Passeio cultural”

5 estrelas – Avaliado pelo TripAdvisor

A visita a hidrelétrica, é um passeio mais cultural do que um passeio tradicional para diversão. Vale a pena, no sentido de saber curiosidades da usina e como funciona.

Fernando G. – São Joaquim da Bassa, São Paulo.