, Passeios imperdíveis nas Cataratas do Iguaçu do lado da Argentina., Passeios em Foz do Iguaçu | Combos em Foz com desconto, Passeios em Foz do Iguaçu | Combos em Foz com desconto

Passeios imperdíveis nas Cataratas do Iguaçu do lado da Argentina.

Consultar

As excursões saem para a Argentina diariamente, mas você pode ir de táxi, ou mesmo com carro próprio, desde que esteja quitado e em seu nome e pagando a Carta Verde (licença para circular nos países vizinhos).

Partindo do Centro de Foz até a entrada do Parque Nacional Iguazú são em média 26 km, percorridos em 40 minutos, mais o tempo de fila na fronteira.

Chegando no Centro de Visitantes, há um trem leva os turistas da Estação Central para a Estação Cataratas (onde saem os Circuitos Superior e Inferior) e outra composição segue por mais 3,5 km até a Estação Garganta do Diabo. A entrada para brasileiros custa AR$ 250 (R$ 50).

Os atrativos no Parque são:

1 – Passarela da Garganta do Diabo

%imagem-1%

Suspensa sobre o Rio Iguaçu, ela tem 1,1 km de extensão em percurso plano.

2 – Circuito Superior

%imagem-2%

Totalmente plana, são 1,7 km passando por cima de onde as quedas despencam. A melhor vista para o lado brasileiro é do Salto Bosetti. No final da passarela tem o Salto San Martín, o segundo maior do conjunto.

3 – Circuito Inferior

A distância é a mesma do superior. É a passarela com maior desnível das Cataratas. Atravessando um trecho no meio da mata, as grandes atrações são os mirantes. Se o rio não estiver muito cheio, barcos fazem a travessia para a Ilha de San Martín.

4 – Gran Aventura

Tem basicamente o mesmo roteiro do Macuco Safari com um plus a mais: as lanchas vão até um ponto seguro perto da Garganta do Diabo e chegam bem próximas do Salto San Martín. Nesse passeio se molha bem mais que n do Macuco. O passeio começa com um trecho de jipe por uma trilha na mata. Depois do banho, quem quiser pode desembarcar no Circuito Inferior ao invés de voltar todo o caminho.

5- Aventura Nautica

%imagem-3%

Versão reduzida do Gran Aventura, as lanchas saem do Circuito Inferior, contornam a Ilha San Martín e o banho é no Salto Três Mosqueteros, o mesmo do Macuco Safari, com vista para a Garganta do Diabo.

6 – Paseo Ecológico

Ao lado da Estação Garganta do Diabo, botes infláveis estão a postos para um passeio de 2,5 km pelo alto do Rio Iguaçu com o intuito de contemplar a fauna e a flora com mais qualidade.

7 – Sendero Macuco

A trilha de 7 km tem como ponto final uma cachoeira no Arroyo Arrechea. Ela atravessa um belo trecho de mata para ouvir os sons dos animais e, talvez, cruzar com macacos saltando entre as árvores. Diferente da Trilha do Poço Preto, no Brasil, aqui a única opção é a caminhada.

8 – Passeo da Luna Llena

Se trata da passarela da Garganta do Diabo realizada em noites de lua cheia (o concorrido passeio geralmente em cinco datas por mês). Depois, há opção de jantar no restaurante do parque.

Quer saber mais sobre valores e horários sobre os passeios?

Basta entrar no site da Combo Iguassu e tirar suas dúvidas.