Iscas naturais: conheça as iscas para peixes de água doce.

Consultar

Iscas naturais para peixes de água doce.

Existem pescadores que não abrem mão de uma boa e velha isca natural. 
É verdade que muitos pescadores atualmente estão preferindo fisgar seus peixes utilizando iscas artificiais das mais variadas. 
Sabemos que para determinados peixes, o efeito produzido por esse tipo de isca facilita a pescaria. 

Prova disso são as diversas pescarias que temos visto de robalos e tucunarés, onde a isca imitando um peixe os atrai,
ou por seus movimentos na água, ou pelo barulho que produzem ao serem trabalhadas, simulando presas feridas,
 ou de certa forma mais fáceis para a espécie que se está almejando. 

Apesar desta situação, existem pescadores que não abrem mão de uma boa e velha isca natural para fisgar seus troféus. 
Justamente por isso, hoje vamos fazer um apanhado geral deste tipo de isca, e também  mostrar qual tipo tem mais eficácia,
 com determinadas espécies de peixe  na pesca de água doce.

%imagem-1%

Tambaqui/Tambacu/Pacú: Para estas espécies geralmente utiliza-se iscas como salsicha, pão, minhoca. minhocoçu, pequenas tilápias,
goiabada, queijo, mortadela, pequenos frutinhos, etc.

Tilápias: Aqui o mais comum são o guabi (ração para peixe), minhoca, milho, massas, bichos de laranja, queijo, etc. 

Traíras: o que pode funcionar aqui é o fígado de boi, fígado de galinha, pequenas tilápias, lambaris, etc. 

Carpas: Para todas as espécies de carpas o que mais funciona são as massas. O que vale aqui é variar os sabores.
Pode-se utilizar massas com maracujá, erva-doce, leite condensado, amendoim, côco, etc. é bom ter em mente que elas gostam de aromas doces. 

Cacharas/Pintados: O mais usual nesta espécie é sem dúvida a salsicha mas, pode-se tentar ainda tilápia, minhoca, minhocoçu e tuviras. 

Pirararas: Como a roncadora costuma comer de tudo, existe uma enorme quantidade de opções, mas o que se vê frequentemente são,
 a salsicha, cabeças e guelras de tilápia, manjubas, lambaris, coração de boi, coração e fígado de galinha, queijo, sardinhas, tuviras, etc. 

Piaparas/Piaus: Para piaparas ou piaus pode-se utilizar pequenos frutos, milho, coquinho, etc.

Estas são as principais espécies que os pescadores esportivos costumam fisgar pelos quatro cantos do nosso país. 

Fonte : www.pescaalternativa.com.br