Estado de Minas Gerais anuncia parceria para a criação de organização exclusiva para a pesca esportiva

Consultar

Durante o evento “Rio Paracatu, Vida Saudável” a Secretaria de Esportes (Seesp) anunciou a criação de uma organização que se dedicará exclusivamente à Pesca Esportiva em Minas Gerais, modalidade que vem ganhando muitas adeptos nos últimos anos em todo o estado mineiro.

No evento também foi divulgada a proposta de proibição da pesca predatória na região de Paracatu. O evento também ressaltou que o território mineiro possui um grande potencial para a área da pesca, uma vez que o estado é banhado por várias bacias hidrográficas, como a do Rio Paraná e do Rio São Francisco. Existe, inclusive, vários reservatório de usinas hidrelétricas e em quase todas foi introduzido o tucunaré e o dourado, que formam a principal dupla de espécies esportivas do estado.

De acordo com o secretário-adjunto da Seesp, Ricardo Sapi, a pesca esportiva traz benefícios importantes na preservação ambiental.

O biólogo Gabriel Alkimin aponta que o ramo da pesca esportiva como responsável por movimentar cerca de R$ 5 bilhões por ano no país, segundo estudos da consultoria Ipsos/Marplan. Além disso, a pesquisa também revela que o habito de pescar dos brasileiros dobrou em dez ano, passando de 4 milhões em 2006 para 7,8 milhões de pessoas.

Inf. Portal em Foco